27 Nov 2009

Stylelife Challenge... the foreplays

Pessoal do melhor,
Aconselho antes de começarmos a fazer o challenge que façam a vossa inscrição no stylelife.com, assim recebem os e-mails de acompanhamento do challenge nos dias em que são necessários, bem como algum material de apoio como um audioguide logo na segunda missão.
A inscrição deve ser feita aqui. Podem também fazer um diagnóstico da vossa actual situação (Personal Analysis) clicando aqui.
Postem os vossos resultados!!

Deixo-vos os meus resultados preliminares no Personal Analysis do Stylelife.com:

I am:
THE OBSERVER GUY
MATING SUCESS INDICATOR: 94%
ATRACTION EXPERT LEVEL: 88%

Nada mau para começo!
Destroyer

25 Nov 2009

O que elas gostam antes e durante...

Chapter I » Music

Damn, I´m old(er)! Longe vão os tempos em que na Universidade corria sempre a cassete com a Tracy Chapman de um lado e Susan Vega do outro.
Depois veio a fase do Cd do Magnólia (Aimee Man) e o da Amélie (Yann Tiersen) que também muito ajudou a despir.
Hoje em dia a música é escolhida mais criteriosamente. Ela deve reunir várias características por forma a maximizar a intensidade do momento. Ficam aqui umas key-points na escolha da música:
a) A música deve ser de uma artista/grupo mais underground para a HB não conhecer. Assim ao falares um bocado do artista/música aumentas uns pontos no teu valor social;
b) Ela não deve ser nem muito mexida nem muito parada, deve ter o ritmo certo para criar uma boa animosidade;
c) Deve ser inspiradora, daquelas músicas que nos fazem sonhar e sentir a vida.

Agora fecha os olhos. Imagina que chegaste a casa com a HB e ultrapassaste todas as etapas. Ela está de pé atrás. O LMR a espreitar. Estão no sofá vermelho da tua sala e decides atacar. Carrega em baixo no play. Será que sentes a HB a flutuar para o quarto ou vais fazê-lo mesmo ali?

Minha proposta de hoje:

video

Daniel Lanois
O que precisas saber: Canadiano, 58 anos, é um produtor e músico. Já produziu numerosos artistas como U2, Bob Dylan, Brian Eno e Peter Gabriel. E tem 12 albuns próprios de originais. Album a sacar no e-mule: Shine, 2003.

E vocês, que me propõem?

23 Nov 2009

Today´s lesson from Style - 11 pickup epiphanies

Não há dúvida que me identifico muito com o game do Style. Acho-o bastante competente, sincero e sem grandes extravagâncias, pelo que não posso deixar de partilhar convosco os conselhos que recebi dele. Aproveitem:

ELEVEN PICK UP EPIPHANIES
1. What you look like doesn't matter. But how you present yourself does.
2. Nobody is judging you. They're too busy worrying about what you think of them. So instead of seeking her approval, give her yours.
Then take it away. Then give it to her again. This is called flirting.
3. Women do actually like nice guys. They just don't like weak guys. So you can still be nice. But you must also be confident--in yourself, your opinions, and your worthiness and value in the world. In order for a woman to be with you, she needs to feel safe with you.
4. It's not enough to just be yourself. You must be your best self.
5. There's a thin but important line between being horny and being sexual. A horny man hits on a woman before she's attracted to him. A sexual man waits until she's attracted to him.
6. Just because you're interacting doesn't mean you're attracting. Learn to recognize the difference between politeness and interest.
7. To win the heart of a woman, you often have to be willing to risk losing her.
8. When a girl who you went on a date with in the past and who suddenly disappeared on you calls out of the blue, it generally means one thing - so call back right away before she finds someone else to be with that night.
9. Always call a woman the day after sleeping with her and make her feel good about having let go with you--even if you don't want to see her again or she doesn't want to see you again. Don't ruin her for other guys.
10. Don't look to your friends or family for approval as you learn the game. They may like you just the way you are, but not always for the right reasons. With some "friends," this is because when you start looking better, feeling more confident, and succeeding more than they do, you often end up reminding them of their own inadequacies and lack of growth.
11. Finally, to quote the wisdom of Canadian hockey player Wayne Gretzky, "You miss 100 percent of the shots you never take." So simply by approaching a woman and saying something, no matter how badly you may bumble, you've dramatically increased your odds of being with her.

22 Nov 2009

Será fobia ou preconceito?

Cena é (thing is:) este fim-de-semana proporcionou mais uns momentos de sarge mesmo sem o meu wing que me faz muita falta! Numa das abordagens conheci uma gata através de um opener fabricado na hora (eu sei, tenho de evitar estas coisas) e que depois correu de forma natural a conversa, foi assim:
Destroyer: O meu horóscopo dizia que ia conhecer alguém com um "R" no nome;
Target: Por acaso chamo-me TeResa!
(e pronto está a conversa iniciada).
Penso que em alguns casos qualquer opener funciona se a miúda estiver receptiva, noutros casos aplica-se o que o Style diz "Openers don´t fuckin matter!", e outros casos ainda os há, com miúdas socialmente mais fechadas e com alto valor pessoal que os openers têm de ser quase perfeitos! :)
Já agora neste caso em particular desta miúda ao fim de algum tempo ela diz-me que já tem um filho. Bom, não sei se será preconceito ou medo, mas a verdade é que quando isto acontece eu perco o interesse e saio fora. E foi o que aconteceu, de uma maneira delicada claro.
Já tentei perceber o que faz disparar o gatilho na minha cabeça mas é mais forte que eu...
Vá Cobra, insulta-me lá à vontade que mereço!

18 Nov 2009

Tua ou minha?

Ontem terça, eu e o Cobra fomos investigar o ambiente nocturno no Porto. Na esplanada da moda segui o conselho do Cobra e sentei-me num sitio estratégico com várias mesas à volta bem ornamentadas.

Atrás de nós estava uma HB estrangeira, e num primeiro olhar notei um certo feed-back (deveria ter seguido a regra dos 3 segundos mas a ferrugem ainda não desapareceu toda). E foi praticamente ela que nos "abriu" a porta ao levantar-se e pedir para olhar pelas coisas dela enquanto ia à casa de banho.
Oportunidades destas não se desperdiçam e quando ela voltou eu já estava debruçado no mapa que ela tinha deixado aberto em cima da mesa. Ela sorriu e eu expliquei que estava a ver onde ficava o meu novo apartamento no centro da cidade. Nada como um HVD para começar...
Problema foi que eu e o Cobra ficamos entusiasmados com a mesma miúda. E foi uma catadupa de HVDs... A certo ponto a HB só olhava para mim e dizia... WOW e depois para o Cobra e dizia... YEAH!...

Tenho a certeza que qualquer um de nós tinha hipótese, mas como resolver a questão? a noite e a conversa já começava a ir longa... É o que dá uma HB numa terça à noite e dois PUAs em rAFC! Aproveitando uma nova ida ao WC da miuda esclareci rapidamente isto com o Cobra e puxei dos galões por ter sido eu a iniciar o sarge.
O cobra aceitou e afastou-se do game. Dez minutos depois já estavamos a fazer no carro e uma hora depois no hotel dela (Teria sido mais rápido se encontrar mais preservativos à noite no Porto não fosse aquele triste rallye das tascas pelas poucas farmácias e máquinas de venda automáticas disponíveis).

Neste impasse penso que prevalece quem inicia o game, e de acordo com as regras dos PUAs apenas se pode sargar uma miúda já controlada em caso de desistência ou autorização do iniciador. Neste caso, com dois ao mesmo tempo, a coisa foi mais dificil, mas resolveu-se. :)

Obrigado Cobra, e quem diria: Tuesday, a fuckin-close night!

16 Nov 2009

Out of the box... again!

Caros amigos e desconhecidos (AFCs que caem aqui graças ao Google), pedimos a todos imensa desculpa por esta longa ausência de cerca de 6 meses.
Verdade é que eu e o Cobra seguimos diferentes projectos, digamos "pessoais", e por esta e por aquela razão sentimos que tinhamos que nos afastar do game. Como por vezes acontece na vida, certo? Não, nada mais errado. O game tem de viver permanentemente dentro de nós ou a rotina, a chatice, a seca e o vulgar toma conta do tempo. Resultado, acabámos sem LTRs e um pouco enferrujados, mas talvez ainda haja maneira de se salvar! :)
Espero que o regresso traga mais sabedoria e descontracção nos openers, mais naturalidade nas rotinas, e mais resultados nos closes!
Para já decidimos recuperar o tempo perdido, começando a partir do dia 1 de Dezembro o Rules of the Game, que sempre quis levar direitinho até ao fim e ainda não tive essa oportunidade. Para quem não sabe, o livro contém dentro o stylelife challenge que são missões e exercícios diários de melhorias do teu jogo a vários níveis (inner-game, aparência, entre outros).

Colocarei aqui o que achamos do challenge, se mais alguém nos quiser acompanhar será bem-vindo.

Por agora é tudo, gostaria apenas de perguntar ao Journy o que aconteceu aos foruns PUA-PT na forumj.net que vejo agora que foram desactivados! [EDIT] Ok Journy já os encontrei e actualizei o link.

Let´s play!